18 junho 2015

DEZ MANDAMENTOS DA HIPOCRISIA EM REDES SOCIAIS

(Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência...)


Tomarei o seu tempo em vão; deixarás de fazer o teu trabalho e tudo aquilo que te tornavas real; ficarás acordado até de madrugada e nem no sétimo dia, descansarás; as reuniões entre amigos e familiares, os relacionamentos e afetos, nunca mais serão os mesmos; até um dia perceberes, que não és mais um ser de verdade, apenas um escravo virtual...

1- Conectarás com aqueles que tu sabes que nada te acrescentará e não te fará bem, por mera obrigação social; personalizarás a tua privacidade e não compartilharás algumas postagens com aqueles que tu apenas "engoles"; não verão as tuas fotos, teus check-ins; para estes, nunca estarás online, mas permanecerão conectados, insuflando a tua ira, ironias e deboches... 

2– Não curtirás e não será curtido. Olho por olho, dente por dente. Separarás a tua tribo, o teu meio social e só a ela curtirás. Curtirás todas as fotos, e exibição de vaidade daqueles que tu consideras de fato; deixarás “claro”, àqueles que tu finges que suporta, que nunca os curtirás. Quando fazem parte da tua tribo ou prole, é fofurice; quando são daqueles que tu apenas suportas, é idiotice, altivez e vaidade. Qualquer postagem te incomoda, quando não fazem parte das tuas hostes... E esqueces que agindo assim, passas recibo da tua antipatia, soberba e absoluta inveja, esse vermezinho que te corrói. 


3– Se obedeceres ao bom senso, não dirás o que pensa porque se o disseres, irás preso, e não terás fiança; ironicamente, levantarás bandeiras contra os preconceitos sociais, contra o racismo, a homofobia, mas esqueces que conectado contigo há daqueles que te conhecem e foram vítimas ou testemunhas das tuas piadas, portanto, sejam poucas as tuas palavras: “quem te conhece, que te compre”... A Web Teia não tem fronteiras nem piedade. 




4- Enviarás indiretas quando a inveja da vaidade e ostentação alheia, for maior do que a força que tu “não” tens de permaneceres calado, nem a sabedoria necessária para aceitares o direito que qualquer um possui de postar o que quiser; mas tu não conseguirás dominar a tua fúria e a tua inveja falará mais alto; mil cairão ao teu lado, dez mil à tua direita, mas é provável que a tua indireta nem acerte o alvo. 

5 - Amarás o teu próximo como a ti mesmo, na saúde e na doença, na alegria e no perrengue, até descobrir que o dito cujo tem uma orientação política diferente da tua e te esculacha a cada barbaridade que tu dizes; farás da tua página uma zona de conflito e inflamarás discórdias entre os conectados; não suportarás a opinião alheia e ridiculamente, pedirás que os amigos não mais se manifestem; descobrirás que a amizade nunca mais será a mesma, até que a política, eternamente suja, derradeiramente, os separe; 


6 – Espionarás aqueles “ex” _ amigos, namorados, noivos, cônjuges, casos, com quem não és mais conectado, ou que desejas excluir, mas falta-te coragem... Fiscalizará suas postagens e burramente, em cima de suposições, ficarás indignado; postarás indiretas que deixarás públicas de propósito, com o intuito de atingires o alvo. Jogarás tantas indiretas idiotas e ofensivas, cuja carapuça a ti, mais serviria, que as vítimas mais sensíveis queimarão seus perfis pra te deixarem à vontade... (Argumento de burro é coice...) Exibirás a tua altivez, mas não te enganes, todos sabem que tudo não passa de provocações, estupidez e pura vaidade. Se não o percebem todos, tu o sabes...


7 – Publicarás declarações de amores e honra aos teus pais, aos teus filhos, aos cônjuges, mas não passarás veracidade nas tuas mensagens, porque todos sabem que, família só é perfeita em comercial de margarina e maionese. Babarás o teu filho que é malcriado, o teu cônjuge que te trai, e, em vez de inveja, não te iludas, serás alvo, inbox, de deboches e causarás apenas risos e piedade. (Em internet, se trai até sentado no vaso...)


8 – Publicarás textos e mensagens de bom senso, honra, caráter, dignidade, sabedoria, mas tu mesmo, ages sempre ao contrário. Usarás a palavra de Deus em vão, porque não aplicas em tua vida um milímetro do que pregas. Usarás a religião como escudo, mas não te enganes, a maioria dos teus conectados, conhece o teu presente e o teu passado. E lembra-te: “Todo santo tem um passado. Todo pecador tem um futuro.”(Oscar Wilde)


9 – Pense antes de postar, que, por trás de cada página tem um ser limitado, de carne, osso e coração frágil; que carrega uma história e sentimentos nunca antes alcançados; que às vezes faz suas postagens por ingenuidade e simplicidade, por carência e necessidades de afagos, para lustrar seu ego, muitas vezes machucado. Nem tudo é altivez, soberba ou vaidade... Se mesmo assim, insistires em amontoar em teu coração impenitente, apenas malícias em respeito a tudo que o outro postar, e continuares a te incomodar com aquilo que, inconscientemente, desejaria para ti mesmo, ensinarás aos mais novos o mal caminho e tu mesmo mostrarás publicamente a tua pequenez, a tua falta de amor próprio e ao próximo, e o teu coração maltratado. Lembre-se: A boca fala daquilo que o coração tá cheio e Deus não é cego, nem burro.


10 - Quem nunca cometeu qualquer um dos despropósitos acima citados, que atire a primeira pedra e reflita, dez vezes antes de postar... 



REVOGAM-SE OS PRESENTES MANDAMENTOS EM FAVOR DA POSTANTE, (HAHA!...)

"Se você agir sempre com dignidade, pode não melhorar o mundo, mas uma coisa é certa: haverá na Terra um canalha a menos." (Millôr Fernandes - 1923-2012)


Autora: Elzely Lanna 


Espero que tenham gostado do texto reflexivo. 



0
Copyright 2014 - A Tal Morena - Todos os direitos reservados.